Taxa de conversão de moeda 2024 [Tipos e como minimizar]

Atualizado em: 18/09/2023
Saltmoney.org é apoiado por leitores. Quando compra através de links no nosso site, podemos ganhar uma comissão de afiliação sem qualquer custo para si.

Viajar para o exterior ou fazer compras online em varejistas internacionais pode ser uma experiência emocionante. Mas há um problema que você talvez não tenha considerado: a taxa de conversão de moeda. Essas pequenas cobranças adicionais aparecem na sua conta bancária ao fazer compras em outra moeda.

Este guia falará sobre taxas de conversão de moeda, desde como funcionam até os vários tipos que você pode encontrar e até mesmo algumas maneiras inteligentes de minimizar seu impacto em sua carteira.

Então você terá uma jornada financeira cheia de insights e dicas para garantir que suas aventuras globais ou compras on-line não custem mais do que deveriam.

O que é uma taxa de conversão de moeda?

O que é uma taxa de conversão de moeda?

Uma taxa de conversão de moeda é um custo adicional que os bancos ou operadoras de cartão de crédito cobram ao realizar transações em moeda estrangeira ou em um site estrangeiro. Isso pode ser qualquer coisa, desde comprar lembranças em suas férias na Itália até comprar um item de moda em uma loja online no exterior.

Geralmente refletido como uma porcentagem do valor total da transação, cobre o custo do serviço de conversão da sua moeda local em dinheiro estrangeiro.

Essas taxas muitas vezes passam despercebidas até que você identifique cobranças extras em seu extrato bancário. Os custos podem variar de 1% a 3% do valor total da transação. Esta cobrança cobre a conversão da sua moeda nacional em outra, permitindo o poder de compra global ao seu alcance.

Como funcionam as taxas de conversão de moeda?

Quando você compra em moeda estrangeira, seu banco ou administradora de cartão de crédito deve converter seus dólares americanos nessa moeda estrangeira para concluir a transação. Mas esse processo não é gratuito. É aí que entra em jogo a taxa de conversão de moeda.

Seu banco geralmente usa a taxa de câmbio média atual do mercado (determinada pelos mercados globais) como taxa base e, em seguida, adiciona um custo para seu serviço de conversão - normalmente 1-3% do valor total da transação. Essa pequena porcentagem pode não parecer muito inicialmente, mas pode aumentar rapidamente ao fazer várias compras ou transações de alto valor.

Por exemplo, se comprar 500€ num site europeu e o seu banco lhe cobrar uma taxa de conversão de 3%, estará a pagar um adicional de $15 apenas por essa taxa. E isso está além de quaisquer taxas de transação estrangeira que possam ser aplicadas.

Não se deixe enganar por termos como “taxa de câmbio”, “margens de taxa de câmbio” ou “taxa de transação estrangeira” – todos são rótulos diferentes para uma taxa de conversão de moeda normal. As instituições financeiras são ninjas astutos do vocabulário quando se trata de fazer com que as cobranças extras pareçam mais complexas do que realmente são.

Diferentes tipos de taxas de conversão de moeda

Ao lidar com transações estrangeiras, quer você esteja tentando encontrar maneiras de enviar dinheiro para casa para amigos e familiares, você deve estar ciente das taxas de conversão que poderá incorrer. Existem três tipos principais: taxas estáticas, dinâmicas e de terceiros:

Taxas de conversão estática

As taxas de conversão estática normalmente referem-se às taxas que os bancos cobram para converter seu dinheiro em moeda estrangeira. Na maioria dos casos, estas são percentagens fixas que o banco adiciona à taxa de câmbio média do mercado.

Por exemplo, uma taxa de conversão estática de 3% significa que para cada $1.000 gasto no exterior, você provavelmente estará pagando $30 extra em taxas de conversão.

Taxas de conversão dinâmica

As taxas de conversão dinâmica de moeda (DCC) entram em ação quando você pode escolher entre ser cobrado na moeda local ou na moeda local em um caixa eletrônico ou ponto de venda durante a viagem.

O DCC geralmente envolve taxas de câmbio significativamente mais altas e encargos adicionais. Os bancos e prestadores de serviços muitas vezes aumentam a taxa de câmbio em seu benefício.

Taxas de terceiros

Às vezes, outras entidades também podem cobrar taxas de conversão, conhecidas como taxas de terceiros. Estes podem vir de processadores de cartão de crédito ou bancos intermediários envolvidos em transações ou transferências bancárias no exterior.

Estes custos adicionais não dizem respeito diretamente ao câmbio de moeda, mas podem ser aplicados ao efetuar pagamentos transfronteiriços.

Quanto custam as taxas de transação estrangeira?

Quanto custam as taxas de transação estrangeira?

As taxas de transação estrangeira variam dependendo do banco ou emissor do cartão de crédito. Mais comumente, essa taxa varia de 1% a 3% do valor total da transação. Alguns emitentes têm uma taxa fixa, enquanto outros ajustam o seu custo com base na volatilidade do mercado ou no tipo de transação.

Por exemplo, a American Express normalmente cobra uma taxa de transação estrangeira de 2,7%, enquanto o Chase e o Bank of America normalmente cobram 3%. Mas certos cartões de crédito, como as ofertas da Capital One, não cobram taxas de transação estrangeira.

É importante observar que esta taxa é separada de quaisquer taxas de conversão aplicadas ao converter seus dólares em moeda estrangeira.

Fatores que influenciam as taxas de conversão

Vários fatores impulsionam as taxas de conversão de moeda. Eles são dinâmicos e complexos, mas compreender os principais elementos por trás desses custos pode ajudá-lo a administrá-los com mais eficiência.

Demanda e oferta do mercado

A procura e a oferta são a base de qualquer mercado financeiro, incluindo o câmbio (forex). É uma economia simples – quando a procura de uma moeda aumenta em comparação com a sua oferta, o seu valor aumenta.

Da mesma forma, o valor cai se houver menos demanda ou oferta abundante. Os bancos e outras instituições financeiras consideram estas flutuações de mercado ao determinar a taxa de câmbio média do mercado.

Indicadores econômicos

O desempenho económico tem um impacto significativo nos valores monetários. Por exemplo, alterações nas taxas de juro, inflação, taxas de desemprego e crescimento económico influenciam as taxas de câmbio.

Indicadores económicos sólidos fortalecem a moeda de um país, enquanto os mais fracos levam à depreciação. Consequentemente, melhores condições económicas significam taxas de conversão mais baixas.

Estabilidade política

As condições políticas e a estabilidade desempenham um papel crucial no valor de uma moeda. Ambientes políticos estáveis normalmente estimulam a confiança dos investidores, aumentando o investimento estrangeiro que impulsiona a moeda local.

Por outro lado, a agitação política ou as incertezas podem resultar na fuga de capitais, o que reduz o valor da moeda de um país, aumentando assim as taxas de conversão.

Fatores adicionais, como eventos geopolíticos – como o Brexit ou guerras comerciais – mudanças políticas significativas ou reformas económicas também influenciam estes encargos indiretamente, afetando os mercados cambiais.

10 maneiras de minimizar as taxas de conversão de moeda?

10 maneiras de minimizar as taxas de conversão de moeda?

Ao navegar no cenário financeiro dos gastos internacionais, compreender como minimizar as taxas de conversão de moeda pode permitir-lhe esticar ainda mais esses dólares. Aqui está uma análise mais detalhada de dez maneiras de fazer exatamente isso.

Use cartões sem taxas de transação estrangeira

Uma das maneiras mais fáceis de evitar taxas de transações estrangeiras é usar um cartão de crédito que não as cobre.

Muitas das principais empresas de cartão de crédito oferecem cartões específicos projetados para viajantes internacionais frequentes ou compradores on-line, sendo a ausência de taxas de transação estrangeira um de seus principais pontos de venda.

Certifique-se de revisar o contrato do seu cartão de crédito ou entre em contato com a administradora do cartão de crédito para garantir que o cartão que você está usando não tenha essas taxas.

Abra uma conta bancária em várias moedas

Outra forma de evitar custos de conversão é abrir uma conta bancária em várias moedas, o que é particularmente útil se você viaja frequentemente ao exterior ou realiza negócios em vários países.

Essas contas permitem manter saldos em várias moedas simultaneamente, ajudando a evitar taxas de conversão ao comprar essas moedas.

Leia também: Análise da conta multimoeda Wise 2024 [Comece a economizar hoje]

Sacar grandes quantias de uma só vez em caixas eletrônicos no exterior

Ao sacar dinheiro em caixas eletrônicos no exterior, tente reduzir a frequência e, em vez disso, sacar quantias maiores simultaneamente. Essa estratégia minimiza o número de vezes que será cobrada uma taxa de saque em caixas eletrônicos.

Escolha a moeda local para pagamentos com cartão

Quando tiver a opção de pagar em moeda local ou em dólares americanos (também conhecido como Conversão Dinâmica de Moeda), escolha sempre a moeda local. Confie na taxa de câmbio do seu banco local e não na do comerciante local, o que pode incluir taxas ocultas.

Evite casas de câmbio em aeroportos e hotéis

As casas de câmbio de aeroportos e hotéis oferecem frequentemente taxas de câmbio menos favoráveis do que os bancos e serviços de câmbio do centro da cidade.

Eles podem parecer convenientes, mas esteja avisado: suas taxas geralmente são mais altas devido aos custos indiretos que esses locais suportam.

Pré-compra de moeda estrangeira antes de viajar

Comprar parte da moeda local antes de viajar geralmente é uma boa ideia. Isso não apenas economiza taxas de caixas eletrônicos no exterior, mas também permite que você bloqueie sua taxa de câmbio antecipadamente.

Verifique com seu banco ou faça pedidos online para ver se eles oferecem esse serviço - lembre-se de comparar as taxas para garantir que você está fazendo um bom negócio.

Pesquise taxas de bancos locais

Fazer alguma pesquisa pode economizar muito em taxas enquanto viaja para o exterior. Alguns bancos estrangeiros têm parcerias com bancos dos EUA, o que pode resultar em taxas mínimas ou nulas em caixas eletrônicos ao sacar dinheiro no exterior.

Ao saber onde retirar seu dinheiro, você pode evitar cobranças desnecessárias e usar o dinheiro economizado para experiências de viagem mais agradáveis.

Use dinheiro local

Embora os cartões sejam convenientes, usar dinheiro local para transações às vezes pode salvá-lo dessas taxas de conversão sorrateiras. Muitos países, especialmente na Ásia e em África, ainda dependem fortemente de transacções em numerário, pelo que transportar dinheiro local é muitas vezes essencial.

Cartões de viagem pré-pagos

Os cartões de viagem pré-pagos permitem que você carregue dinheiro em um cartão nas moedas dos países para onde viajará. Isso significa que você obtém a taxa de câmbio atual no momento do carregamento, em vez de se preocupar com a flutuação das moedas durante a viagem.

Algumas opções populares incluem Cartão de dinheiro Travelex e Caxton FX. No entanto, sempre verifique se há alguma taxa oculta incluída.

Leia também: Limites do cartão pré-pago Skrill em 2024 [Quanto você pode gastar?]

Use serviços de câmbio ponto a ponto

Um método final que está ganhando popularidade é o uso de serviços de câmbio ponto a ponto (P2P). Estas plataformas online correspondem diretamente a indivíduos que desejam trocar moedas, contornando os sistemas bancários tradicionais e oferecendo taxas de câmbio mais competitivas.

Veja serviços como Moeda Justa e TransferWise (agora conhecida como Wise) para ótimas opções. No entanto, tenha em mente que estes serviços podem levar algum tempo para concluir as transações em comparação com as transferências bancárias instantâneas.

Todos os cartões de crédito cobram taxas de transação estrangeira?

Nem todos os cartões de crédito cobram taxas de transação estrangeira. Vários emissores de cartões, incluindo Capital One, Discover e HSBC, oferecem cartões sem taxas de transação estrangeira.

Além disso, muitos cartões de crédito voltados para viagens se anunciam especificamente como tendo zero taxas de transação estrangeira para atrair clientes globais.

Por exemplo, o Chase Sapphire preferido e Recompensas de risco Capital One são bem conhecidos por renunciar a esses custos. Sempre vale a pena verificar com seu emissor ou ler o contrato do titular do cartão para determinar se o seu cartão de crédito inclui essas taxas.

Isso pode economizar significativamente ao cobrar compras no exterior ou em varejistas on-line internacionais.

Leia também: Verificar sua pontuação de crédito diminui? [Relatórios FICO e CFPB 2023]

Dicas para gerenciar a conversão de moeda em viagens internacionais

Planejando uma viagem ao exterior? Você provavelmente está fazendo as malas e planejando seu itinerário com muita emoção. No entanto, descobrir como gerenciar a conversão de moeda de maneira inteligente pode tornar sua experiência de viagem boa a excelente.

Aqui estão algumas dicas práticas para lidar com esse detalhe de viagem muitas vezes esquecido:

Pesquise antes de ir: Familiarize-se com as taxas de câmbio do seu país de destino. Um aplicativo como XE pode ajudá-lo a entender as taxas atuais e as tendências de previsão.

Leve algum dinheiro local: Embora os cartões sejam frequentemente convenientes, nem todos os lugares os aceitam. Mercados movimentados, restaurantes locais e alguns pequenos estabelecimentos preferem dinheiro. Portanto, é sempre aconselhável ter alguns dólares em moeda local em mãos.

Cartões de viagem pré-pagos: Muitos bancos oferecem cartões pré-pagos em diversas moedas, o que ajuda você a definir a taxa de câmbio antes da viagem. Como bônus, eles geralmente cobram taxas mais baixas do que os cartões de crédito tradicionais.

Perguntas frequentes sobre taxa de conversão de moeda

Qual é a taxa de conversão de moeda 2.5%?

A taxa de conversão de moeda 2.5% é uma cobrança que algumas operadoras de cartão aplicam quando você usa seu cartão em um país estrangeiro ou quando uma transação envolve conversão de moeda.

A Visa cobra taxa de conversão de moeda?

Sim, a Visa normalmente cobra uma taxa de conversão de moeda 1% para transações nacionais e internacionais.

Qual é a taxa de conversão de moeda do Wells Fargo?

O Wells Fargo cobra entre 2-3% como taxa de conversão de moeda, dependendo do tipo de transação.

O Chase cobra uma taxa de conversão de moeda?

Sim, o Chase geralmente impõe um ajuste cambial 3% ou taxa de conversão de moeda por transação.

Qual banco não cobra taxa de transação estrangeira?

Capital One e Discover são bancos conhecidos que normalmente não cobram nenhuma taxa de transação estrangeira.

A Amex cobra taxa de conversão de moeda?

A American Express normalmente cobra cerca de 2,7% de taxa de transação estrangeira, que pode incluir custos de conversão de moeda.

Conclusão

No grande esquema das coisas, as taxas de conversão de moeda são um custo a ter em conta ao fazer transações internacionais. Compreender como funcionam, seus tipos e estratégias para minimizá-los é vital.

Embora às vezes seja inevitável, estar informado permite que você tome decisões financeiras sólidas. Desde a seleção de cartões sem taxas de transação estrangeira até o uso de dinheiro local ou cartões de viagem pré-pagos, você pode economizar dinheiro de várias maneiras. Lembre-se de que cada centavo conta em relação ao seu dinheiro suado e ao seu bem-estar financeiro.

Michael Restiano

Apoio a estratégia de conteúdo de produto para Salt Money. Além disso, estou ajudando a desenvolver estratégias e processos de conteúdo para entregar um trabalho de qualidade aos nossos leitores.

cruz Linkedin Facebook Pinterest YouTube rsrs Twitter Instagram facebook em branco rss-em branco linkedin-em branco Pinterest YouTube Twitter Instagram